A magia de Fevereiro

Em 05.03.2015   Arquivado em Lembranças

Desde que me entendo por gente – oi, exagerada – escuto por aí que o mês que antecede o nosso aniversário é o nosso “inferno astral”. Como acho a temática “astrologia” pra lá de interessante, resolvi ler a respeito e encontrei o tópico “paraíso astral” em meio a uma pancada de sites que abordam o assunto.

Achei muito mais do que justo. Se existe um período onde nós ficamos mais enfraquecidos (astrologicamente falando), é lógico que deveria haver outro onde as coisas se desenrolem de vento em poupa! Mas… qual seria esse período, afinal? Um mês depois do nosso aniversário? Dois? Sinceramente, eu não sei. Algumas páginas dizem que, por eu ter nascido em agosto, meu paraíso astral é em novembro, outros falam em janeiro e tem aquele que arrisca no fevereiro, então não sei mesmo. No entanto, contudo, porééééém, o primeiro “resultado” que li foi fevereiro. Por conta disso – e de outros tantos motivos -, é ele que eu considero.

Mas, veja, também não sei dizer se toda essa história de “paraíso” e “inferno astral” é mesmo verdadeira, só que tem uma coisa que eu preciso admitir: passei a olhar fevereiro com outros olhos. Passei mesmo. Coincidência ou não, percebi que o segundo mês do ano traz consigo uma pancada de surpresas e fevereiro de 2015 não fugiu desse padrão.

A primeira delas veio logo no primeiro dia. Sabe quando você acredita com força – e até sente orgulho de si mesma – que tá fazendo algo exatamente como deveria? Então, eu tava desse jeito. Mas, né, tava enganada também.

Não é fácil ter suas falhas atiradas na sua cara assim, numa pancada. Agora você para e pensa: pô, se já começou desse jeito como é que você considera fevereiro o seu “paraíso”? Tá loca, menina? Tô loca é nada! Alô-ô, antes ter minhas falhas jogadas na roda e ter a oportunidade de fazer diferente a ser descartada da noite pro dia. E a oportunidade me foi entregue.

Enquanto eu tentava melhorar meu desempenho, outras coisas foram acontecendo. Essas, no entanto, não foram nem um pouco supimpas. Só que, sabe, depois de longos dias refletindo percebi que, cara, eu precisava mesmo daquele chacoalhão. Veio em boa hora.

Depois desses primeiros dias tudo ficou mais leve. Meu coração ficou mais tranquilo e a mente, focada naquilo que viria no dia 14: a viagem que eu estava esperando há muito, muito tempo.

Os dias 14, 15, 16, 17, 18, 19 e 20 foram mágicos. Isso aí: mágicos. Acredito que não tenha palavra melhor pra descrever. Foi mágico matar aquele monstro louco e horroroso (aka, saudade) que vinha me consumindo há anos. Foi mágico passar uma semana dando e recebendo sentimentos bons. Foi mágico encontrar, foi mágico reencontrar. Foram sete dias que salientaram que meu paraíso astral é sim em fevereiro. A penúltima semana fez todo o mês valer a pena.

Voltar não foi fácil. Pra me distrair eu larguei mão da vergonha e tirei a câmera da bolsa no avião. Tô percebendo que fotografar me deixa assim, mais relaxada, e era daquilo mesmo que eu estava precisando naquele momento. Relaxar.

Então a última semana chegou e eu me encontrei na posição de fazer mais uma escolha pra lá de importante. Sabe medo? Pois é, tava sentindo de monte. Tomar decisões e colocá-las em prática às vezes dá dessas, né? Mas as coisas começaram a funcionar. As aulas voltaram, o “POR DEUS, Nicolle!” nasceu, eu retornei ao cargo que mais gosto e estava tudo bem. Tudo mesmo.

Foi quando me dei conta de que eu não só estava pronta, como também desejosa por março. Peguei o papel, a caneta e estou aqui, me colocando a escrever tudo o que está acontecendo nesse período para que eu possa guardar todos os detalhes dele exatamente como fiz com fevereiro, meu mês mágico.

***

P.S.: O calendário que aparece na primeira foto foi elaborado pela Kah, pelo Phellipe e pelo Vitor. Encontrei disponível aqui.

  • Hellen Holler

    Em 05.03.2015

    Não precisa estar do lado e sim estar dentro! *-* Linda a amizade de vocês!!!

  • POR DEUS, Nicolle!

    Em 05.03.2015

    <3 <3

  • Ana Luísa

    Em 05.03.2015

    Ei Nicolle 🙂 Pelo que já ouvi falar, acho que o paraíso astral é no oposto ao seu aniversário, ou seja, 6 meses depois. O meu é em outubro. Mas nunca lembro disso quando preciso, só num momento que vou falar sobre o assunto, tipo agora. Quem sabe esse ano eu não começo a reparar em outubro pra ver o que acontece, haha. Que bom que seu fevereiro começou difícil mas entrou no tranco! Viagens sempre melhoram e iluminam qualquer mês *_*
    Beijos!

  • POR DEUS, Nicolle!

    Em 05.03.2015

    Aaaaah, então o meu é fevereiro mesmo!!
    Esse ano eu quero reparar no que acontece em todos os meses. Comecei a ficar chateada ao pensar “o que eu fiz em junho do ano passado?” e não lembrar de nada ;-;
    Sim, tô conhecendo essa sensação provocada por viagens agora e tá sendo 10/10, quero mais jfngdjfngjdfng ç-ç

  • Gab

    Em 05.03.2015

    Paraíso astral: mal conheço e já amo pakas?
    Não sabia da existência disso! E se é como Analu falou ali em cima, o meu é em Agosto.
    Desde já esperando ansiosamente por ele, pois o inferno astral foi demais da conta. hahaha
    Beijo!

  • POR DEUS, Nicolle!

    Em 05.03.2015

    E eu aqui já estou desejando o próximo fevereiro JFNGJGNDJ E, urgh, inferno astral é uma coisa assim… </3 mas é bom saber que existe o oposto!

    Beijão, Gab!

  • Myrlena Raquelly

    Em 05.03.2015

    Não conhecia essa história de “inferno astral” e “paraíso astral, vou pesquisar mais sobre o assunto! Fiquei morrendo de curiosidade sobre os detalhes por trás do texto – curiosa mesmo! hahahah! Teu blog tah demais. Essas ilustrações tão lindas…Beijoss

    http://www.myrlenaraquelly.com

  • POR DEUS, Nicolle!

    Em 05.03.2015

    Menina, dá pra ficar horas e horas e horas lendo sobre o assunto sem nem cansar!
    E, nhoooom, muito obrigada ;-; Mendi arrasa demais nas ilustrações, né? <3

  • Rafaella Soares

    Em 05.03.2015

    Paraíso astral… Me lembre de postar algo com Andrei reclamando sobre, sim?
    Uma semana que vai deixar saudade 🙁 Volta, Nih. Ainda quero seus abraços quentinhos.

    Te amo, te amo. <3

  • POR DEUS, Nicolle!

    Em 05.03.2015

    Pó dexá que lembro sim! Nossos paraísos são os mesmos, he.

    “Vai deixar” o escambal, já deixou ): Volto na primeira oportunidade e vocês, senhoritas, também tem que vir dar um “oi” pras capivaras, pras araras e pros jacarés, pô ç-ç

    Também amo você <3

  • A.

    Em 05.03.2015

    Eu fui olhar isso e agora tô toda cheia de saudades. Oh, céus. ):
    Eu te amo e sinto saudades! Espero que logo você volte, sim? Por favorrr?
    (Que o dinheiro e as férias ajudem. Amém.)

    P.S.: Eu gostei dessa ideia de Paraíso/Inferno astral. (Enquanto Andrei odiaria isso, Eros ficaria interessadíssimo!)

  • POR DEUS, Nicolle!

    Em 05.03.2015

    Vou voltar ;-; Na primeira oportunidade eu dou as caras aí de você e a senhorita trate de vir pra cá tambéééééém ç-ç

    NFJDSNFJDNFJ Não sei se Ophie daria muita importância? Acho que ela simplesmente não acreditaria. Já Pétala deve contar os dias pro paraíso dela!!!

    Te amo demais, mozinha <3