P.S.: Ainda amo você (Jenny Han)

Em 30.09.2016   Arquivado em Livros

P.S.: Ainda amo você é a continuação de Para todos os garotos que já amei. Se você ainda não conhece esses livros da Jenny Han (colega, fique sabendo que cê tá perdendo é tempo), cá estou para dar uma palinha muito breve sobre a história no geral. Não quero ninguém perdido por aqui!

No primeiro livro da série ficamos sabendo que Lara Jean (personagem principal) tem o costume de escrever cartas para os garotos que já conquistaram seu coração. Mas não são cartas de amor recheadas de declarações, mel e “eu amo você”, nada disso. São mensagens de despedida, com o que ela sente estampado de um jeito muito cru e verdadeiro. Essa foi a maneira que ela encontrou pra se desprender dos sentimentos que nutria por cada um desses meninos, e acabou sendo um método muito bom. As cartas ficam guardadas dentro de uma caixa e, sério, de lá elas não devem sair! Mas saem. Saem e são enviadas para todos os destinatários, e é aí que a vida dela ganha uma chacoalhada daquelas.

Já falei demais! Vamos para a resenha de P.S.: Ainda amo você que eu tô é doida pra falar sobre ele!

Lendo a orelha do livro ficamos sabendo que, dessa vez, Lara Jean está em um relacionamento sério de verdade. Quando lemos o conteúdo, percebemos que vai muito além disso.

Em P.S.: Ainda amo você Lara Jean acaba se acertando com um dos meninos que apareceram no primeiro livro e tudo é muito novo pra ela. Até então a mocinha não viveu nada parecido; o que ela teve antes era uma enganação pra provocar ciúmes e convencer outras pessoas, mas a história mudou e com ela vieram novas experiências e outros tantos obstáculos.

Atenção: talvez você encare o próximo parágrafo como spoiler. Alerta feito!

Um momento íntimo da vida de Lara Jean foi filmado e se isso não fosse ruim o suficiente, o conteúdo foi divulgado. Isso aconteceu no livro anterior, mas as consequências da divulgação ficam ainda mais evidentes em P.S.: Ainda amo você. Apontaram a menina na escola, piadas foram feitas, criaram memes e professores foram conversar com ela para saber se estava tudo bem. Outro ponto que vale a pena ser ressaltado — e que foi observado na própria história — é que o menino que aparece com ela nas imagens não passou por nada disso. Ficou nervoso e fez o possível para que ninguém mais falasse no assunto, sim, mas nenhum professor foi dar amparo, muito menos foi alvo de olhares cheios de julgamento. É como diz o ditado: dois pesos, duas medidas e o livro tá aí pra mostrar isso.

“Não sei muita coisa sobre namoros e rapazes, mas sei que ciúmes e insegurança são um balde de gelo.” (pág. 44)

Por outro lado, gostei demais do desenvolvimento do relacionamento entre os dois. Raras são as vezes que sinto isso em livro, mas no caso de Lara Jean e desse menino eu senti aquele quê de realidade e não algo idealizado, impossível até, que costumo encontrar em histórias do mesmo gênero literário.

Ela tenta ir com calma, pé ante pé, quer seguir os conselhos de Margot (irmã mais velha). Mas Lara Jean está apaixonada. Não que ela se joga loucamente e coloca todos os conselhos pra escanteio por causa disso, não, mas as indecisões e inseguranças aparecem em sua narração. Você sente que aquilo é real, sabe? Que aquilo acontece mesmo. E a escrita da Jenny é tão leve, tão fluída, que não foi aquela coisa que me deixou com vontade de revirar os olhos ou me irritar com a personagem. Eu gostei foi é muito!

Assim como no livro anterior, a trama não se desenrola apenas entre os protagonistas. Personagens secundárias tem vez. Me encantei com aquelas que chegaram, como Stormy e John, e de novo fiquei toda suspiros com as relações de família. A troca de confidências entre Lara Jean e Margot. Os planos de Kitty para que as coisas deem certo entre os casais.

“Se eles não conversarem agora, a cicatriz só vai aumentar com o tempo, vai calcificar, e eles vão virar estranhos que nunca se amaram, que é o pensamento mais triste de todos.” (p. 18)

Também rolam muitas reaproximações com pessoas do passado! Preciso colocar quinhentos mil holofotes em cima do jogo “Assassinos”, inclusive. Amei esse jogo. Amei as consequências dele dentro da história e o rebuliço que acabou causando. AFF. Adoro uma treta, tanto que o fato de acabar surgindo mais um triângulo amoroso (é… outro… se você leu o livro anterior vai entender…) não me deixou incomodada. Só vinha a vontade de continuar lendo até chegar ao fim.

P.S.: Ainda amo você  continua seguindo a linha dos capítulos curtos e que passam voando. Um lado meu não gostou disso porque terminei a história muito rápido, e quando cheguei no final eu ainda não sabia que teria um terceiro livro, então fiquei na ressaca por dias e dias.

A ressaca literária acabou quando soube que será uma trilogia. Fiquei doida de felicidade. Inclusive, a autora já divulgou em seu instagram algumas fotos do making of da capa do terceiro livro, Always and Forever Lara Jean, e a Instrínseca (editora que publicou os livros no Brasil) repostou o conteúdo. A previsão é que ele chegue em abril de 2017 (lá na gringa). VAI TER LIVRO 3, VEM GENTE! <3


Editora: Intrínseca | Páginas: 298 | ISBN: 9788580578690

Facebook ✩ Instagram ✩ Skoob

  • Dora

    Em 30.09.2016

    Ameeeeei o post, as fotos ficaram lindas! E você só me fez ter ainda mais vontade de começar a ler essa série socorro! Já tenho livros demais na lista de espera ;3;
    Eu ainda tinha um receio por achar que seria uma história mamão com açúcar, mas se você diz que tem um quê de realidade e gostou que não é nada idealizada, vou acreditar em você <3 temos gostos de leituras muito parecidos!

    Vou colocar como 'próximas leituras' esses dois! Já estão no meu celular, só preciso parar e ler hehe

    Beijos Nic!!

  • Marcia Lopes

    Em 30.09.2016

    Olá!
    Gostei foi muito da sua resenha! rs
    E nem ligo pra spoilers, na verdade as vezes até fazem que eu fique mais curiosa. 🙂
    Dica de livros super anotada.
    Bjs

  • Aléxia Oliveira Macêdo

    Em 30.09.2016

    Confesso que pulei sua resenha porque eu não li o primeiro livro e acho que poderia levar spoiler né? heheh. E olha, odeio spoiler 😛 Eu tenho esse livro, ganhei da minha professora e tenho vontade de ler, mas antes quero comprar o primeiro, claro. beijinhos!

  • Leatrice Cristine da Silva Barros

    Em 30.09.2016

    Oii!

    Tenho os dois livros na minha fila (que está enorme!). Minha irmã leu e adorou!! Ótima resenha!

    Beijos!

  • Rodrigo Costa

    Em 30.09.2016

    Gostei da resenha e acho a capa desse livro linda, apesar de não curtir muito capas de livros com pessoas. Mas enfim, sobre a obra, não é meu forte, mas não posso dizer que não gosto, só não tô na vibe. Mas dica anotada 😉

  • Michele Lopez

    Em 30.09.2016

    Olá,
    Ainda não li nenhuma obra da autora (to perdendo tempo mesmo) e fiquei bastante curiosa para conhecer sua escrita.
    A premissa não me chamou muito a atenção por causa de estar vendo muitos livros com essa pegada de livro com vídeo comprometedor sendo divulgado, mas parece ser uma leitura agradável e pretendo procurar o primeiro livro para ler.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

  • Mairton Salvattore

    Em 30.09.2016

    Não conhecia a série ainda, mas o enredo e a ideia de escrever cartas para os garotos que ela já conheceu em sua via é bastante interessante. Vou procurar ler o primeiro livro, principalmente ao saber que no segundo tudo se desenvolve inclusive a presença maior dos personagens secundários

  • camila

    Em 30.09.2016

    Sua resenha ficou muito boa e tenho bastante vontade de ler o primeiro para poder ler esse 🙂
    Gostei demais do seu blog, muito caprichado!

    http://www.chaeamor.com

  • Kemmy

    Em 30.09.2016

    Jesus, amei muito seu blog *—* em especial o trocadilho com o nome hahah parabéns, é lindão!
    Agora, quanto ao livro: quero muito ler ambos e estou bem curiosa massss não gosto de spoiler então só li a primeira parte da resenha :3 quando ler volto aqui para ler tudo e debater. Lindas fotos!

    Bjs