POR DEUS, Nicolle!

POR DEUS, Nicolle!

Projeto ABC: Confiança e companheirismo

Domingo é sinônimo de ABC fotográfico aqui, no POR DEUS, Nicolle!, e eu gostei tanto de fotografar a letra C *-* Na semana passada me ocorreu uma ideia em mente e eu fiquei muito, muito feliz por algumas pessoas terem demonstrado tanta empolgação em me ajudar a colocá-la em prática. Essa ajuda fez com que eu gostasse ainda mais de registrar as fotos que compartilharei aqui e agora.

Cantor e compositor


Senhor Alexandre Kenji embarcando com tudo no mundo da música!

Casal


Foi tão difícil selecionar apenas duas fotos desses dois ;-;

Casamento

Meus brotinhos sempre muito pacientes com a minha insistência em tirar fotos <3

Conchinhas 

Posso não ter visitado a praia ainda, mas ela está muito bem representada no meu quarto com as conchinhas que Gabriela, Juliana e Thaynná trouxeram de Bombinhas, Rio de Janeiro e várias praias do Nordeste, especialmente para a minha coleção.

Muito obrigada Alê, Antônio, Joca, mamãe e papai por terem me ajudado com as fotos <3

***

Como será que foi a letra C de Máira, hein?

A decoração de Natal da Laís
Amigos desde a barriga: a festa de 35 bebês!
Picnic @diariodojoca em 4 clicks (Mês a Mês)

Voar (16 on 16)

Os versos de Coldplay tocavam em sua mente em looping infinito, mesmo que o cômodo no qual se encontrava estivesse tomado pelo silêncio. De fato, ninguém nunca havia lhe falado que crescer seria fácil mas, verdade seja dita, nunca lhe disseram que a caminhada seria assim, tão difícil.

Mesmo deitada em um colchão de solteiro, rolava de um lado para o outro enquanto os pensamentos rodavam por sua mente em uma velocidade infinitas vezes mais rápido.

Esquerda.

A faculdade não ia bem. Sentia vontade de desistir sempre que punha os pés na sala de aula, mas lembrava-se do quanto batalhara para ver seu nome na lista dos aprovados. Foram horas dedicadas aos estudos durante todo o ensino médio, sem contar o investimento que os pais haviam feito para mantê-la na instituição particular.

Direita.

A culpa em pensar em desistir era confortada pelos motivos que a incentivavam a tomar aquela decisão. Não se sentia confortável em sala de aula, nem muito menos contente com seu rendimento nos trabalhos pedidos por cada professor. Não conseguia se envolver o suficiente com os conteúdos ao ponto de se imaginar aplicando-os em sua vida profissional, no futuro. Claro, faculdade não é nem de longe o que a realidade reserva. Ah, não. Um estágio seria muito mais eficaz nessa tarefa, com toda a certeza. Mas, urgh, só de pensar em estágio suas entranhas já congelavam.

Esquerda.

Os relacionamentos estavam abalados. Sentia-se afastada de tudo e todos e a desculpa, para variar, era sempre a mesma.
Falta de tempo. Correria do dia-a-dia. Muitas responsabilidades. O trabalho exige hora extra de vez em quando, vamos precisar marcar para outro dia. Potz! Verdade! Tínhamos combinado de nos ver, né? Desculpa!
Sentia-se sozinha em um mundo apinhado de gente.

Direita.

Tentava dar sequência a novos projetos. Ô se tentava! Queria se reanimar, encontrar novas motivações, novos motivos para sorrir. Mas os poréns estavam ali, para atormentá-la. Os projetos envolviam caminhos completamente diferentes, é claro. É novidade, afinal de contas! Essas novidades, no entanto, também exigiam novas interações e isso a amedrontava. Iniciar conversas, manter diálogos, céus! E quando conseguia ao menos se aproximar de alguém, sentia-se como uma estranha no ninho. Nunca haviam dito que conversar com desconhecidos era assim, tão assustador, tão complicado.

Esquerda.

O cérebro continuava se movimentando à toda. O corpo, no entanto, encontrava-se preso ao cobertor que havia estendido no colchão antes de se deitar. Entre uma rolada e outra, terminara enrolada. Era um grande pequeno casulo, mas, infelizmente, não se sentia em fase de transição rumo ao último estágio, a borboleta. Não. Tudo o que ansiava era voltar ao início, tomar novas escolhas, mas, veja, criança, este é um casulo e não uma máquina do tempo.

Ninguém nunca lhe disse isso, mas a verdade é que sua única saída é criar asas e voar.

***

Esse post é referente à minha participação no projeto literário 16 on 16, que é composto por 16 blogueiros que postam textos baseados em um tema estabelecido em conjunto. Para março o tema escolhido foi "A surpreendente verdade que nunca te contaram sobre…". Os outros participantes são:

Ariana, Ghiovana, Camylli, Daniela, Fernanda, Lianne, Lys, Máira, Marlana, Thaís.

Sim, eu te bloqueei
Minha liberdade (16 on 16)
"POR DEUS, Nicolle!"
Página 40 de 44
«1 ...363738394041424344... 44››